Câmaras Técnicas do CBH Doce abordam o Plano Integrado de Recursos Hídricos (PIRH)

Ocorreu na tarde desta terça-feira (15/06/2021) uma reunião conjunta de Câmaras Técnicas (CTPPs e CTPLANs) dos Comitês de Bacia Hidrográfica (CBHs) na área do Rio Doce para tratar do plano de trabalho do processo de revisão do PIRH (Plano Integrado de Recursos Hídricos) e elaboração de propostas de enquadramento dos corpos d'água da região. 

O encontro, realizado por videoconferência, contou com a participação de representantes de todos os Comitês da Bacia do Rio Doce, da ANA (Agência Nacional de Águas) e do IGAM (Instituto Mineiro de Gestão das Águas). 

O presidente do PV Mutum, Karone Marllus, que é membro titular da Câmara Técnica de Planejamento e Projetos (CTPP) do CBH Manhuaçu, participou do evento representando o CBH e o município de Mutum. "Um dos pontos mais importantes na discussão foi o enquadramento que é um instrumento da Política Nacional de Recursos Hídricos que consiste em estabelecer uma meta ou objetivo de qualidade da água por classes a ser alcançado ou mantido em um corpo d'água, levando em consideração os usos preponderantes almejados ao longo do tempo.", informou. 

Para o presidente do CBH Manhuaçu, Genilson Tadeu, a revisão do Plano Integrado de Recursos Hídricos (PIRH) é mais um importante passo para avançar nas ações para garantir uma melhor qualidade das águas dos rios e demais corpos d'água da bacia do Rio Doce. "Que possamos construir um PIRH eficiente para nortear o desenvolvimento com sustentabilidade econômica e segurança hídrica em toda a nossa bacia.", enfatizou. 

O município de Mutum faz parte da bacia hidrográfica do Rio Manhuaçu, sendo um dos principais contribuintes hídricos por meio do Rio São Manoel e seus afluentes. A Bacia do Manhuaçu compreende 32 municípios, uma área de 9.189 km quadrados e uma população estimada em mais de 300 mil pessoas. 

A Bacia Hidrográfica do Rio Doce possui área de drenagem de 86.715 km quadrados, dos quais 86% estão no Leste mineiro e 14% no Nordeste do Espírito Santo. A população dos 228 município da Bacia do Doce é estimada em 3,5 milhões de habitantes, sendo 200 mineiros e 28 capixabas.

Os comitês de bacia, compostos por representantes da sociedade civil, do Poder Público e de usuários da água em geral, trabalham no planejamento e implementação de mecanismos eficazes para a gestão participativa dos recursos hídricos da área de sua abrangência, tendo como premissa o equilíbrio entre desenvolvimento econômico e o cuidado com o meio ambiente. 

15 / 06 / 2021

NOTÍCIAS  RELACIONADAS :

Mutum receberá R$ 129 mil para investir em saneamento

Genilson Tadeu é eleito presidente do CBH Manhuaçu

Mutum conquista 6 cadeiras em eleição do CBH Manhuaçu

SEMASA implanta o Programa PROHIDRO

Câmara Municipal aprova projetos socioambientais importantes  

Câmara aprova Projeto de Lei do Plano Municipal de Saneamento Básico

Mutum participa do Movimento "Todos pelo Rio Doce"

Paróquia lança projeto de revitalização do Rio São Manoel  

AL MG promove Seminário "Águas de Minas"

DESTAQUES - Confira as notícias em destaque no site do PV Mutum

Comitiva verde é recebida pelo Deputado Cássio Soares em BH

60 mil reais foram garantidos para a saúde e novos projetos foram iniciados. O Deputado Estadual Cássio Soares (PSD), apoiado pelo PV de ...